Muitas pessoas desejam tornar-se empreendedores, contudo a abertura do primeiro negócio próprio exige alguns cuidados que podem acabar passando despercebidos, e isso pode gerar problemas. O plano de negócios é uma ferramente essencial para evitar essas adversidades e um caminho para o sucesso do empreendimento.

O erro mais comum que um novo empresário pode cometer é ignorar a importância do plano de negócios. Neste texto, iremos abordar o seu mérito para a solidificação do empreendimento. Continue lendo!

O que é um plano de negócios?

É uma espécie de roteiro para se alcançar o sucesso. Por ser individual, cada empresa deve elaborar o seu documento de acordo com as suas necessidades.

Um plano de negócios, elaborado corretamente, visa demonstrar todas as informações possíveis que a sua empresa necessita para sair do papel e abrir suas portas.

Dessa forma, quando algum consultor em gestão lhe dá a dica de elaborar suas metas empresarias, ele está querendo dizer para você criar um plano para o seu negócio.

Quais são os erros mais comuns na abertura de um negócio?

Para a sua elaboração, é preciso pesquisar como está o mercado atual, além de outros cuidados necessários para o sucesso da sua empresa. Todavia, erros são cometidos na abertura do negócio. Os mais comuns são:

Não definir bem o negócio

É interessante conversar com alguém que conheça o ramo no qual você queira entrar, visto que isso pode ajudar muito com as ideias para o seu negócio. Quanto mais informações acerca dele, melhor.

Agir pelo emocional

É muito comum os empresários se apegarem à ideia de que seu ramo sempre dará certo e, por isso, avaliar a rentabilidade e viabilidade é fundamental na hora de criar um plano de negócio.

Não analisar bem a concorrência

É sempre importante observar a sua concorrência e quais são suas condições no mercado para uma melhor elaboração do documento.

Errar nas contas

O capital de giro é de extrema importância a ser lembrado no seu plano de negócios. A meta do empreendimento deve ser ambiciosa, mas toda cautela é pouca, pois extrapolar os seus limites financeiros poderá gerar um grande problema para o sucesso da sua empresa.

Por que ter um plano de negócios?

Você pode até imaginar que não, mas a necessidade de ter um plano de negócios escrito define as reais possibilidades de seu negócio dar certo. Algumas pessoas criticam a sua elaboração, afirmando a realidade não condiz com o planejado. Contudo, essa é uma grande oportunidade de poder ter a noção de como será o futuro da empresa.

Existe uma grande diferença entre ter o planejamento do negócio na cabeça e colocá-lo no papel. É muito fácil o esquecimento dos aspectos determinantes e dos dados relevantes para dar andamento ao projeto que o jovem empreendedor almeja. Além do mais, fica complicado obter ajuda dos outros quando não há nada projetado. Assim, o ideal é colocar tudo no papel.

A compra de uma franquia já remete à ideia de um negócio de sucesso e muitos empresários optam por essa modalidade justamente pelo seu grande atrativo. No entanto, um plano de negócios é fundamental, porque ser rotulada como um negócio de sucesso não quer dizer que sempre dará certo.

Qual é a estrutura de um plano de negócios para franquias?

Sumario executivo

Considerado o capítulo mais relevante do plano, uma vez que é a primeira coisa a ser lida pelas intuições que fornecem o credito, aqui o empreendedor deve pautar pela mensagem positiva e persuasiva, mas de forma sucinta, resumindo toda a apresentação.

Análise de mercado

O sucesso de uma pesquisa mercadológica é uma ferramenta de orientação para as decisões. A pesquisa de mercado serve para:

  • conhecer o perfil do cliente;
  • perceber a estratégia dos concorrentes;
  • observar seus pontos fortes e fracos;
  • analisar os fornecedores e as empresas que fornecem produtos e serviços;
  • dimensionar o mercado;
  • identificar o segmento mais lucrativo;
  • detectar novas tendências;
  • avaliar a performance de seus produtos e serviços;
  • identificar a quantidade ou o volume que o mercado é capaz de absorver;
  • identificar a que preços esses produtos poderão ser vendidos.

No caso das franquias, já existe o apoio do franqueador e fornecedores credenciados para abastecer o negócio.

Marketing

Nessa etapa, define-se as estratégias que serão adotadas para a promoção do que a sua franquia oferecerá. Um plano de marketing bem estruturado faz toda a diferença.

De acordo com a região do franqueador, este reúne grupos de franqueados objetivando a troca de experiências e promove ações de marketing para suas regiões.

Plano de operações

Refere-se ao layout do negócio e dos processos operacionais oferecidos. As franquias já possuem isso definido para a uniformidade e fixação da marca no mercado.

Aqui também se decide a quantidade necessária de funcionários para conduzir o seu negócio.

Plano financeiro

É o total de recursos pretendidos para se operar o negócio, como taxas, capital de giro, investimentos de readequação da unidade, entre outros.

O interessante do planejamento do negócio, nessa etapa, é a possível estimativa do tempo necessário para se ter o retorno esperado.

Análise das oportunidades e ameaças de seu negócio

Por fim, uma análise dos pontos fortes e fracos serve para a prevenção contra situações que poderiam ameaçar todo seu empreendimento, bem como evidenciar as vantagens oferecidas pela franquia.

Abrir uma franquia de academias é algo interessante?

Esse é um segmento muito atraente e que tem sido escolhido pelo jovem empresário para o seu investimento. O mercado fitness, mesmo em épocas de crise e instabilidade, consegue se manter firme no mercado, porque as pessoas utilizam o esporte como uma prática de saúde e bem-estar, e não somente como uma forma de melhorar a estética.

Interessante que esse ramo nos permite mesclar o negócio com a exploração de outros produtos que podem ser comercializados pelo próprio franqueador.

Pela fácil implementação, depois que você escolhe a franquia de academia, só precisa seguir as orientações necessárias para dar andamento ao seu negócio. Por isso, esse é um ramo interessante para quem quer começar o seu negócio.

E aí? Gostou do nosso post sobre a importância do plano de negócios para abrir uma empresa? Então, que tal continuar a leitura aprendendo sobre as vantagens de investir em uma franquia como primeiro negócio?

0 167