Diante deste cenário que se apresentou nos últimos tempos, parece que empreender não é uma das melhores ideias para o momento. Para muitos, dar o pontapé inicial para realizar o sonho do negócio próprio foi para o final da lista de prioridades. Esse é o seu caso?

Pois saiba que empreender na crise pode ser uma ótima escolha! Na verdade, momentos de turbulência servem para implementar negócios. Afinal, os mais corajosos transformam as crises em grandes oportunidades. Então, não tenha medo!

Para te ajudar, neste post vamos mostrar por que o seu sonho pode voltar para o topo da sua lista. Se você esperava o melhor momento para conquistar a sua independência financeira e se livrar da obrigação de obedecer a um chefe, acredite: o momento chegou!

Saiba planejar

Antes de começarmos, é preciso ressaltar que tudo deve ser friamente calculado. Estamos falando em implementar um negócio que trará estabilidade financeira para você, por isso, você terá que ter todo o controle possível para que funcione e perdure.

Assim, o planejamento é a primeira coisa que você deve ter em mente. Você precisa definir como a sua empresa será reconhecida, tanto pelos clientes quanto pelo mercado. E, para isso, é necessário estar preparado para as mudanças que o mercado exige.

Então, trace um perfil para a empresa, com base em pesquisas e estudos, e esteja pronto para alterar as metas traçadas sempre que necessário. Lembre-se: um empreendedor nunca para de planejar.

Mas, afinal, por que empreender na crise?

Entenda que empreender na crise é um bom negócio

De fato, a crise é o momento ideal para que você ofereça ao mercado as condições que ele não conhecia antes.

Grosso modo, as necessidades e as demandas das pessoas mudam quando a sociedade vive uma crise. Assim, é bem mais fácil encontrar, por exemplo, mão de obra de qualidade sobrando no mercado. E os custos e as despesas tendem a cair, enquanto os financiamentos aumentam.

Esses fatores, tão presentes em uma crise econômica, vão impulsionar o seu empreendimento, em vez de dificultar a sua criação. Portanto, a crise proporciona uma certa segurança para quem busca montar um novo negócio — e, nesses casos, inovar é um quesito essencial para obter sucesso.

Ofereça algo novo

Tem gente que acha que só grandes empresas com áreas de pesquisa fortes poderão inovar no mercado. Mas não se engane! É nos pequenos detalhes que grandes empreendedores inovam no mercado e se destacam.

O seu atendimento, por exemplo, conta muito. Mesmo que pague um pouco mais caro, você não costuma volta em um lugar quando é bem atendido? Pois inovar é isso!

A forma como você divulga o seu negócio também conta: se você faz a sua mensagem chegar às pessoas certas, que têm real interesse no seu produto. E também é uma inovação estar atento à economia e observar que qualquer negócio garante menores riscos e muitas chances de sucesso se implementado de maneira correta.

Coloque-se no lugar do cliente

Talvez o maior erro de quem começa um negócio seja definir as coisas conforme apenas os próprios desejos e necessidades. Então, se você está indo por esse caminho, pare — O foco do seu negócio deve estar no seu cliente.

Basicamente, você deve oferecer a solução para um problema. Pense: o seu produto atende a uma demanda específica de pessoas que necessitam dessa solução? Ótimo. Nesse sentido, qualquer mudança que você fizer no seu negócio será em torno do seu público-alvo.

Por isso, você precisa conhecer muito o seu consumidor antes de colocar o negócio para funcionar, e continuar assim durante todo o seu funcionamento. Afinal, como o consumidor chegará até você, como gostará do seu serviço e optará por seguir com você?

Capacidade-se

Até aqui, estamos falando em planejar, conhecer o cliente, oferece algo novo. Tudo isso precisa de uma outra coisa importantíssima: o estudo.

Isso mesmo! Você vai ter que gastar um bom tempo estruturando o seu negócio, definindo a sua área de atuação e quais ações farão com que os seus clientes venham até você e permaneçam. E, para isso, você precisa conhecer plenamente a sua área de atuação.

Suas ideias podem ser ótimas, mas, se você não souber a melhor maneira de colocá-las em prática, nunca darão certo. Então, se não tem esse conhecimento, o indicado é que você busque cursos que o capacitem para isso. Lembre-se: a capacitação é a chave para o sucesso.

Conheça o conceito “Lean Startup”

A ideologia “Lean Startup” diz que a melhor forma de fazer uma empresa dar certo é testar e errar rápido. Dessa forma, é possível crescer por meio de estímulos práticos.

Isso significa que você não deve esperar a hora, o dia e a ocasião perfeita para lançar o seu produto — perfeito mesmo é já ir testando o protótipo. Em outras palavras: o bom hoje é melhor do que o ótimo amanhã.

Portanto, experimente a sua ideia com especialistas e alguns consumidores. Mostre as ideias básicas que tem, e evolua para algo ainda melhor com a participação de pessoas que têm algo significativo a dizer. Assim, o seu produto pode ser algo realmente inovador para o mercado.

Escolha uma boa equipe

Um bom negócio não depende apenas de você. Mesmo aproveitando o momento para empreender na crise, se capacitando e planejando da maneira correta, conhecendo o seu público-alvo, utilizando do conceito “Lean Startup” e divulgando o seu negócio de forma atrativa — você ainda precisará de uma equipe competente para te ajudar.

Sem dúvida, colocar as suas grandes ideias e planos nas mãos de pessoas pouco capacitadas pode levar o seu negócio por água abaixo. Por isso, invista em pessoas qualificadas!

E isso também vale para sociedades: se você não é bom em certas competências, transfira algumas tarefas para um sócio que as entenda completamente e tenha certeza de manter o seu negócio em mãos seguras.

Enfim, sabemos que empreender é mais seguro do que ser empregado. E, em média, uma crise econômica ocorre a cada 5,5 anos. Então, mesmo que a crise acabe esse ano, logo em frente já precisaremos enfrentar outra crise — assim funciona o mercado econômico. E, sendo empregado, você sempre fica ao sabor da maré, sem conseguir definir o rumo do próprio destino.

E então, gostou das nossas dicas sobre como empreender na crise? Agora, aproveite também para curtir a nossa página no Facebook e continue por dentro de mais assuntos como esse!

4 22

4 thoughts on “Saiba como empreender na crise e ter sucesso

  1. Irinaldo 1 ano atrás

    Conteúdo excelente!
    Obrigado.

  2. Dalton Almeida 1 ano atrás

    Gostei muito.

  3. Heraldo 1 ano atrás

    Muito bom! Tocou nos pontos certos: capacitação; trabalho em equipe e atendimento.